topbella

quinta-feira, 7 de abril de 2011

HOJE


Hoje acordei triste e amarga
Tive vontade de chorar
Uma enorme vontade de chorar
Tive vontade de escorrer por entre os meus dedos
O sol continua a brilhar lá fora
O vento sopra fresco
O dia está lindo
O mundo segue seu curso normalmente
E eu estou cá na luz de minhas trevas
Perdida entre sorrisos e lágrimas
Entre o céu e a terra
Não trago um centavo no bolso
Nas mãos nem um misero calo
Também não trago vícios em meu corpo
Encontro-me completamente absorta
E envolta em meus pensamentos olhando o mar
É tão dura e ao mesmo tempo tão doce minha realidade
Por vezes penso em daqui partir para não mais voltar
Terei eu uma saída?
Sinto que vivo adiante desse século
Sou o pôster desse realismo surreal
O que eu almejo ou pelo menos almejava
Reduz-se apenas ao desejo ardil e grotesco
De vencer...
Hoje não tive vontade de matar,
Tive vontade de morrer dormindo
De não rir meu riso
De não sofrer, meu sofrimento,
De não chorar minhas lágrimas
Que nunca secam
De não amar meu amor...

0 comentários:

Postar um comentário

.

.

Simplesmente uma Borboleta